Como tratar a dor de dente na gravidez?

Especialista lista os remédios mais seguros e quais são contraindicados na gestação

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 02/08/2017

Dra. Eliana Avelãs
Odontologia - CRO 32254/SP
especialista minha vida

Dor de dente é um assunto sério, principalmente quando falamos em mulheres grávidas com este sintoma: a gestante precisa ter muito cuidado antes de tomar algum medicamento para aliviar esse desconforto.

PUBLICIDADE

O primeiro deles é procurar um dentista para remover a causa da dor, porque nem sempre o medicamento é suficiente para tirar a dor e muitas vezes o tratamento pode dispensar a necessidade de tomar analgésicos.

Se for mesmo necessário o uso de analgésicos, o dentista irá prescrever o medicamento mais adequado e mais seguro para cada situação. O paracetamol é um analgésico de primeira escolha durante a gravidez. Deve-se evitar altas doses, pelo risco de danos ao fígado.

A dipirona sódica é outro analgésico de uma possível escolha, mas existe o risco de provocar agranulocitose, ou seja, a redução do número de células de defesa no sangue.

Os anti-inflamatórios não-esteroidais (AINEs) como o ácido acetilsalicílico, diclofenaco, ibuprofeno, naproxeno, são prescritos com frequência pelo cirurgião-dentista, entretanto, durante a gestação o ideal seria não usar qualquer um deles.

Em casos de extrema necessidade, o ácido acetilsalicílico em pequenas doses é provavelmente o mais seguro. De qualquer modo, o ácido acetilsalicílico e outros AINEs devem ser interrompidos antes do terceiro trimestre, a fim de evitar complicações. Portanto, a recomendação é que não sejam utilizados durante o terceiro trimestre.

É importante lembrar que esse artigo é apenas informativo e para o uso de qualquer medicamento você deve procurar seu médico ou cirurgião-dentista.

É melhor prevenir...

A gravidez tem influência na saúde geral da gestante e do bebê. Há evidências que sugere a relação entre doenças gengivais e nascimentos prematuros e recém-nascidos com baixo peso. Todos sabem que a prevenção é o melhor remédio, mas se a dor já está presente, a maneira mais segura de tratar a dor é consultar um dentista.

As gengivas sensíveis são as principais causas dor durante a gravidez. Isso porque nessa fase o corpo libera hormônios que trazem efeitos, como o aumento da reação inflamatória. Para evitar essa reação, a higiene bucal durante a gravidez é ainda mais importante para prevenir as dores, principalmente nas gengivais.

Uma higiene bucal adequada, o uso diário do fio dental, uma alimentação equilibrada e visitas periódicas ao dentista são medidas que ajudam a reduzir os problemas dentários que acompanham a gestação.

O ideal seria que a mulher consultasse o dentista para evitar e resolver todos os problemas bucais, antes de ficar grávida. Se isso não foi possível, é importante agendar uma consulta mesmo assim.

Não deixe de informar o dentista que você está grávida. O momento mais confortável para um atendimento ou tratamento é entre o quarto e sexto mês de gravidez. Nos três primeiros meses e a grávida sente muito enjoo e no último trimestre da gravidez, qualquer estresse deve ser evitado.

Futura mamãe que planeja ter o seu bebê:

  • Procure o acompanhamento de um médico para saber se está tudo bem com a sua saúde
  • Procure um dentista para saber sobre a sua saúde bucal também.

Ao fazer isso você evitará dores e surpresas indesejáveis e estará cuidando da saúde do seu bebê.